Mamíferos

Tamanduá Mirim

Nome Popular: Tamanduá mirim

Nome Científico: Tamandua tetradactyla.

É uma composição entre uma palavra de origem tupi-guarani, Tamandua, que significa "comedor de formigas" e outra grega, tetradactyla, que significa "quatro dedos".

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Infraclasse: Placentalia

Ordem: Pilosa

Subordem: Xenarthra

Família: Myrmecophagidae

Gênero: Tamandua

Espécie: M. Tetradactyla

Estado de Conservação: Pouco preocupante

iucn_lc.png
Características:
É um animal arborícola e pode ter até 105 centímetros de comprimento. É reconhecido principalmente por um padrão de pelagem que faz com que pareça que ele usa um colete preto, apesar de que essa coloração pode variar, com indivíduos totalmente pretos ou marrons. Possui longas garras nas patas anteriores, e caminha apoiando o peso sobre os pulsos dos membros anteriores. Os filhotes são carregados nas costas da mãe, até que se tornem independentes, mas ocasionalmente podem ser deixados em "ninhos".
 
Alimentação:
Insetívoro (cupins, formigas, abelhas e mel)

Distribuição Geográfica:

 

Conheça mais

Você pode ajudar na conservação do meio ambiente participando da preservação de espécies ameaçadas, sendo um Ecovoluntário aqui no Criadouro Onça Pintada ou sendo um Ecocolaborador.
Imagem
Altivo, esguio e elegante, e também conhecido como lobo-de-crina, lobo-vermelho, o Lobo Guará (Chrysocyon brachyurus) é tímido, solitário e vive na natureza por aproximadamente 15 anos. A cada gestação, que dura pouco mais de dois meses, nascem em média dois filhotes. Na lista de conservação é classificado como “quase ameaçado”.

Com muito pouco podemos reverter isso.
Copyright® Criadouro Onça Pintada - Todos os direitos reservados. Política de Privacidade.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade. Para mais informações, clique aqui.